25 maio 2011

Curso de Violão e Guitarra - Inversão de acordes

Fazer a inversão de um acorde significa colocar na base desse acorde, ao invés da nota fundamental, a mediante ou a dominante.  Por exemplo: O acorde de Dó (C) é formado por: Dó, Mi e Sol. Sua primeira inversão, é em Mi, sua segunda inversão é em Sol e sua terceira inversão é em Si, e o que isso significa?
Mi, Sol e Si correspondem, respectivamente à TERÇA, QUINTA e a SÉTIMA de Dó.

As inversas devem ser adicionadas as notas originais, ou, as notas originais devem ter o baixo na nota inversa. Exemplos: Existem duas notações:

1ª Notação
   Quando temos algo parecido com X/Y, onde X é uma nota qualquer e Y é outra nota qualquer.

 Exemplos:
 G/A   Em/B  F#/E


2ª Notação
   Quando temos algo parecido com X/N onde X é uma nota qualquer e N é um número qualquer.

 Exemplos:
 C/7   D7/9   E7/11


Observe:

G/D
Um Sol com baixo em Ré, analisando a nota, descobrimos que Ré esta no quinto grau da escala de Sol, ou seja, sua 2ª inversão.

Em/B
Mi menor com baixo em Si, Si também é a Quinta de Mi menor, portanto também é a 2ª inversão.

C/D
Já o Dó com baixo em Ré, é uma outra nota, não é uma inversa, pois a inversa deve ter baixo ou na TERÇA, na QUINTA ou SÉTIMA.  Analisando esta nota, chegamos a conclusão que o Ré, é a NONA de Dó.
   Procure sempre praticar e estudar no seu violão ou na sua guitarra, os acordes e suas inversões. Observe sempre a montagem do acorde e as notas utilizadas para a construção do mesmo, e procure obter de cada acorde a melhor sonoridade possível.


Nenhum comentário: