25 novembro 2015

Curso de Violão e Guitarra - A técnica do dedilhado

http://www.artmaiashop.com
Com certeza, você já viu, ou até mesmo já tocou com palheta em um violão, ou o contrário dedilhou em uma guitarra. Pela semelhança de afinação, acordes, técnicas, etc, entre esses dois instrumentos, é muito comum à troca de idéias desse dois universos. Talvez um pouco disso venha da lenda de que para aprender guitarra primeiro você tem que aprender violão, assim, muitos guitarristas acabam transpondo certos conceitos utilizados no violão para a guitarra. 
Mesmo que você não tenha sido iludido pela tal lenda, é essencial que você como guitarrista, saiba dedilhar. Muitas músicas clássicas foram concebidas através de um dedilhado, como, por exemplo, Stairway to Heaven, do Led Zeppelin e Nothing Else Matters, do Metallica (top dos dedilhados), assim como outras que usam os dedos não para dedilhar, mas sim para criar uma levada diferente, para isso podemos citar More Than Words do Extreme ou então qualquer tema de Bossa Nova, MPB, etc.
A base de todo dedilhado é o desenvolvimento de independência de movimentos entre o polegar e os demais dedos da mão direita. Existem vários tipos avançados de dedilhados, mas aqui irei explicar apenas um dos mais simples e mais usados, que consiste em tocar os bordões, as cordas E, A e D com o polegar, e cada um dos dedos restantes, (com exceção do dedo mínimo, que é raramente usado) tocar uma corda, o indicador toca a 3ª corda (G), o médio a 2ª corda (B) e o anular a 1ª corda (E).
 Dependendo da situação, se houver necessidade o indicador pode a tocar a 4ª corda (D), o médio a 3ª corda (G), o anular a 2ª corda (B). 
A posição da mão deve ser sempre confortável, sendo uma das mais indicadas à mão em posição de concha, deixando os dedos apoiados sobres às cordas de maneira que os dedos não entrem muito entre elas.
Assim como a mão esquerda, os dedos da mão direita também recebem siglas: 

Polegar = P 
Indicador = I 
Médio = M 
Anular = A 


Essa nomenclatura nos ajuda a escrever um dedilhado, por exemplo: 

P 
I 
M 
A 
M 
I 
Ele indica que devemos tocar o polegar, depois o indicador, o médio, o anular, o médio e o indicador. E como se fosse uma batida, fecha-se um ciclo, mudando para outro acorde ou repetindo o anterior. 


Quando por exemplo, vermos duas ou mais letras juntas, devemos tocar as cordas respectivamente de cada dedo simultaneamente. 

P 
I - M - A 
P 
I 
M - A 
I 

Abaixo nós teremos alguns exercícios utilizando alguns dedilhados bem básicos.  Simbolizei a nota que o polegar deve tocar com um circulo negro e as 3 cordas para os dedos restantes com um semicírculo.


Exemplo 01


 Exemplo 02


Exemplo 03 

Nenhum comentário: