22 julho 2013

Curso de violão e guitarra - Acústico versus elétrico


A guitarra elétrica é bem diferente de um violão ou guitarra acústica. Com uma variedade mais ampla de sons possíveis, ela é muito mais versátil. Contudo passar de um instrumento a outro não será muito difícil. Os maiores problemas são físicos. Por exemplo, a guitarra elétrica pode ser muito pesada e desconfortável para os ombros e pescoço.
Embora os dois tipos de instrumento tenham tamanhos aproximados, a largura da escala da guitarra é bem mais estreita: as cordas ficam mais próximas. Se você está habituado a apertar as cordas de um violão, será necessário unir mais os dedos na guitarra. A menos que tenha as mãos muito grandes, todavia, logo se acostumará com a adaptação. 

18 julho 2013

Curso de Violão - Como limpar o seu violão


O tipo mais simples e eficiente de fazer a manutenção de um violão é a limpeza. O indicado é limpar o violão sempre que ele for utilizado, caso isso não seja possível o violão deve ser limpo sempre que começar a ficar sujo, isso facilita muito a limpeza e pode diminuir bastante o tempo necessário para deixar um violão limpo e manter o acabamento sempre brilhante como novo.

Os Violões são instrumentos musicais construídos a partir de peças finas de madeira. Apesar de na maioria dos casos serem bem construídos e projetados, os violões não são feitos para suportar umidade e mudanças grandes de temperatura. Para conservar o violão por muito tempo o ideal é não utilizar produtos de limpeza que sejam abrasivos e também objetos de limpeza que sejam ásperos.

Antes de utilizar o violão você pode lavar as mãos, depois de utilizá-lo limpe as suas cordas utilizando um pano limpo e seco, pois isso ajuda a preservar as cordas por mais tempo e remove o excesso de oleosidade. Veja logo abaixo como fazer para limpar um violão corretamente.

Umedeça um pano limpo, macio e que não solte fiapos com água.
Aperte o pano até que ele fique ligeiramente umedecido.
Limpe a superfície do violão para remover toda a poeira, impressões digitais, e outros tipos de sujidades.
Logo em seguida passe um pano seco, limpo, macio e que não solte fiapos para retirar qualquer resquício de umidade sobre o violão.
Evite deixar o seu violão a exposição da luz solar por um longo período de tempo, sempre que possivel evite a umidade e mudanças repentinas de temperatura.

Sempre que possivel procure seguir as dicas de limpeza que são recomendadas pelo fabricante do violão, você também tem a opção de consultar a opinião de um especialista. Existem produtos no mercado que são específicos para a limpeza de instrumentos musicais, incluindo o violão.


15 julho 2013

Curso de Violão e Guitarra - As escalas mais usadas (Parte 01)


A Escala Maior

A Escala Maior é a mais importante de todas, pois a partir dela, obtemos todas as outras escalas. A fórmula para obtermos essa escala é:

Tônica - 2ª - 3ª - 4ª - 5ª - 6ª - 7ª - Oitava

Os intervalos são: 
Tônica --1 tom--> 2ª --1 tom--> 3ª --1/2 tom--> 4ª --1 tom--> 5ª --1 tom--> 6ª --1 tom--> 7ª --1/2 tom--> 8ª

Exemplos:
1 - se a tônica for C (Dó), temos: C D E F G A B C (Escala Maior de Dó).
2 - se a tônica for A (Lá), temos: A B C# D E F# G# A (Escala Maior de Lá).

Aplicando na guitarra:

1- Escala Maior de Dó:

e-----------------------------------------
B-----------------------------------------
G-----------2-4-5-------------------------
D-----2-3-5-------------------------------
A-3-5-------------------------------------
E------------------8-10-12-13-15-17-19-20-
1 3 1 2 4 1 2 4 1 2 4 1 2 4 1 2

ou

2- Escala Maior de Lá:

e-----------------
B-----------------
G-----------------
D-------------6-7-
A-------5-7-9-----
E-5-7-9-----------
1 2 4 1 2 4 1 2


Estes são apenas alguns exemplos de possibilidade de patterns (seqüências prontas) para a Escala Maior. Note que você pode aplicá-la em qualquer lugar do braço do violão ou guitarra, colocando a tônica em posições diferentes (ex: C no 8º traste da E grave ou 1º traste da B). 

É importante não ficar viciado em padrões "sobe-e-desce" da escala, pois isso limita sua criatividade na hora de escrever os licks. Tente improvisar sobre a escala de diferentes formas. Esta escala soa bem sobre os acordes maiores e tem uma sonoridade "alegre". É muito utilizada em rock, country, jazz e fusion.

 A Escala Menor

A Escala Menor é a Escala Maior com bemóis na 3ª, 6ª e 7ª. Logo, a sua fórmula é:

Tônica - 2ª - 3ª b - 4ª - 5ª - 6ª b - 7ª b - Oitava

Os intervalos são:

Tônica --1 tom--> 2ª --1/2 tom--> 3ª b --1 tom--> 4ª --1 tom--> 5ª --1/2 tom--> 6ª b --1 tom--> 7ª b --1 tom--> Oitava
Exemplo:

Escala Menor de Fá: F G Ab Bb C Db Eb F

Aplicando na guitarra ou violão: Fá Menor

e--------------------
B--------------------
G-------------6-8-10-
D------6-8-10--------
A-8-10---------------
E--------------------
1 3 1 2 4 1 2 4

Novamente (aliás, sempre), você pode criar quantos patterns quiser sobre a escala: basta tocar em lugares diferentes do braço. Quanto a sonoridade, essa escala soa mais melancólica, é muito utilizada nos mais diferentes estilos (pop, blues, rock, fusion, country e heavy metal) e é tocada sobre acordes menores.

Uma nota importante a se fazer é o fato de toda Escala Maior ter uma relativa Menor e vice-versa. Para descobrir qual é a relativa Menor, observe a 6ª nota da Escala Maior (ex: relativa menor de C é A); para a relativa Maior, veja a 3ª da Escala Menor (ex: relativa maior de D é F).

Escala Pentatônica Menor

Junto com a Pentatônica Maior, é a escala mais simples que você pode aprender. São apenas cinco notas . mas que soam muito bem e, pelo que me consta, é a escala mais utilizada em toda a história da guitarra elétrica. Alguns mestres nessa escala: Stevie Ray Vaughan, Eric Clapton, Jimmy Page e, claro, B.B. King e Jimi Hendrix.

É uma escala fácil de se tocar porque, como o número de notas é menor, a margem de erro no improviso também é menor. A fórmula é:

Tônica - 3ª b - 4ª - 5ª - 7ª b – Oitava

Exemplo: Penta Menor de E

e------------------------------------
B----------12-15b17--b17r15-12-------
G----12-14---------------------14----
D-14------------------------------14-
A------------------------------------
E------------------------------------
3 1 3 1 2 2 1 2 2


A escala é aplicável em quase todos os estilos musicais e soa bem sobre acordes Menores, Menores com 7ª ou com 7ª Dominante


Escala De Blues

Como o próprio nome já diz, é muito usada em blues. Trata-se de uma Pentatônica Menor com uma 5ª Menor incluída. Logo:

Tônica - 3ª b - 4ª - 5ª b - 5ª - 7ª b – Oitava

Exemplo -- Blues em E: E G A Bb B -D E

Na guitarra, temos, em E:

e-17-15----------------------------------
B-------17-15----------------------------
G-------------16-15-14-12-14b16-14-12----
D-------------------------------------14-
A----------------------------------------
E----------------------------------------

Tocamos essa escala sobre acordes Menores, Menores com 7ª, Menores com 9ª, 7ª Dominante e 9ª Dominante. 

Escala Pentatônica Maior

Essa escala é muito usada em country devido a sua sonoridade característica. Para obtê-la, utilizamos a mesma fórmula de construção do acorde Maj6/9:

Tônica - 3ª - 5ª - 6ª - 9ª - Oitava ou, se você preferir (é a mesma coisa): Tônica - 2ª - 3ª - 5ª - 6ª - Oitava

Exemplo -- Penta Maior de F: F G A C D F

Aplicando na guitarra, em F:

e----------------------------
B----------------------------
G----------------------------
D---------8-10b12-12---------
A-8-10-12------------12-10-8-
E----------------------------
1 2 4 1 2 4 4 2 1

É tocada sobre os acordes Maiores, Maiores com 7ª e com 7ª Dominante

Escala Menor Harmônica

É uma escala derivada da Escala Menor Natural. Apenas adicione um sustenido na 7ª:

Tônica - 2ª - 3ª b - 4ª - 5ª - 6ª b - 7ª - Oitava

Exemplo -- Menor Harmônica em A: A B C D E F G# A

Aplicando no braço:

e---------------------
B---------------------
G---------------------
D-----------------6-7-
A-------5-7-8-7-8-----
E-5-7-8---------------
1 2 4 1 2 4 2 4 1 2

Sua sonoridade é bem próxima a da Escala Menor Natural. Cai muito bem em solos rápidos estilo Yngwie Malmsteen (ouça esse cara tocar se você não o conhece ainda!).